quarta-feira, 13 de março de 2013

Análise do Logotipo dos Supermercados Pão de Açúcar

Por sugestão da internauta Adriana Peres Quadro, resolvemos fazer a análise do logotipo do Pão de Açúcar.


Em pesquisa na internet encontramos a seguinte explicação para a linha de criação deste logo:

"O logotipo do Pão de Açúcar quer trazer maior transparência e luminosidade, remetendo ao frescor dos produtos. O formato mais arredondado deseja conferir calor humano. O uso de traço contínuo foi inspirado na imagem do infinito." 

Indo mais a fundo na análise podemos supor que o aspecto orgânico e humanizado do logo traz uma proximidade com o consumidor. Se relacionarmos o formato arredondado ao slogan utilizado pela rede: Lugar de gente feliz, podemos associa-lo à forma de um coração o que reforça ainda mais a questão humana, emocional.
A ideia de infinito pode ser relacionada com a atividade varejista de criar um ciclo sem fim com o consumidor, além de sugerir capacidade interminável para atender a demanda com um "estoque que nunca acaba".
Quanto a cor adotada,  (veja o significado das cores) o verde representa vigor, frescor, esperança, juventude e calma, atendendo perfeitamente a proposta da linha de criação.
O branco, por sua vez, passa a ideia de aproximação o que conduz novamente ao encontro do público alvo.
A tipologia usada também passa a impressão de orgânica por ser arredondada e sem muita rigidez na forma.

Agradecemos a participação de Adriana e convidamos a todos para, como ela, sugerirem ideias de postagens.

A boa consultoria é aquela que mostra o que não se quer ver

Já ouvi muitos empresários reclamarem que ao contratarem consultores para auxiliá-los em determinados aspectos empresariais a consultoria não trouxe o resultado esperado.
O maior problema, na maioria das vezes, não está na eficiência da consultoria, (claro que existem casos e casos...) mas no que se espera delas.
A boa consultoria é aquela que mostra aquilo que não se quer ver, que indica ações que não se quer tomar, e mostra caminhos que não se quer seguir.


O problema é que muitas vezes quem contrata um consultor espera dele uma determinada resposta e se decepciona ao ouvir algo completamente diferente. Bom, se a resposta correta fosse aquela esperada pelo contratante, ele não precisaria de consultoria nenhuma pois já saberia o que fazer.
A visão externa do negócio, sem vícios nem idéias pré concebidas proporciona ao consultor a clareza da situação, muitas vezes obscura para o empresário que lida com decisões emocionais e políticas.
Uma consultoria só dará certo se o contratante estiver disposto a seguir pelo novo caminho proposto, caso contrário será o mesmo que ter uma bússola sem agulha, não te levará a lugar nenhum, perda de tempo, e dinheiro.
Qual sua opinião a respeito?